A Volta ao Mundo de Willy Fog

Título original:
La Vuelta al Mundo de Willy Fog (Espanha)
アニメ 80日間世界一周
Anime Hachijunichikan Sekai Isshuu (Japão)

Baseada em A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Júlio Verne

Exibição:
21/10/1984 – 28/04/1985 (RTP 1)

Número de episódios:
26

Produção:
BRB / Nippon Animation (1983)

Guião original:
Claudio Biern Boyd

Música:
Guido e Maurizio de Angelis

Canções interpretadas por:
Mocedades

Direção:
Luís Ballester

Produtor executivo:
Claudio Biern Boyd

Versão portuguesa (RTP)

Vozes:
António Feio – Repelão
António Marques – Willy Fog / Sullivan
Francisco Pestana – Lord Guiness
Irene Cruz – Tico / Rony
João Lourenço – Dick / Traful
João Perry – Buli / Ralph / Brigadeiro Corn

Participação de Cláudia Cadima nos episódios 13 a 15

Direção (interpretação):
João Lourenço

Em Londres, no dia 2 de outubro de 1872, Willy Fog admite Repelão, o seu novo mordomo, e dirige-se em seguida para o Reform Club. O assunto do dia é o assalto ao Banco de Inglaterra, de onde foi roubada a magnífica quantia de 55.000 libras. Os sócios do clube aludem à dificuldade de se conseguir encontrar o ladrão àquele momento, dada a grande probabilidade de ele se ter escapado para qualquer outra parte do mundo. Todos falam sobre a facilidade com que uma pessoa se pode deslocar, até Lord Guiness, o membro mais idoso do grupo, dizer que se fosse mais jovem seria capaz de dar a volta ao mundo em três meses. Willy Fog replica que para isso bastar-lhe-iam 80 dias. Sullivan, o governador do Banco de Inglaterra, alega não acreditar na possibilidade de se concretizar tal empresa em tão pouco tempo, opinião partilhada por Weston, o diretor do jornal Morning Chronicle, por Johnson, presidente da companhia de navegação, e por Farrel, presidente da companhia de caminhos-de-ferro. Willy Fog insiste e aposta 20.000 libras, com esses quatro sócios, em como será capaz de dar a volta ao mundo em 80 dias, comprometendo-se a partir nesse mesmo dia.

Ao regressar a casa, surpreende Repelão com a notícia de que irão de viagem já essa noite, tendo como destino, imagine-se, o mesmo local de partida. Repelão fica desapontado: em primeiro lugar porque, depois de abandonar o circo, o seu maior desejo é levar uma vida tranquila; em segundo devido ao facto de esconder o pequeno Tico dentro de uma maleta, sem que o seu amo desconfie da existência de tal personagem. Não lhe resta outra solução senão continuar a ocultar Tico, para que este o possa continuar a acompanhar no decorrer da viagem à volta do mundo.

Entretanto, Rovan, o Diretor-Geral da Scotland Yard, é levado a desconfiar que Willy Fog seja o ladrão do Banco de Inglaterra e manda o inspetor Dick e o seu adjunto Buli seguirem-no, até que consigam arranjar provas mais concretas. Dick está convencido que Willy Fog, sob o pretexto de dar a volta ao mundo, pretende fugir do país, e promete não o perder de vista.

Por seu turno, Sullivan não quer de forma alguma perder a aposta, e contrata Traful para que este atrase Willy Fog e o impeça de concretizar o seu intento.

Assim, Willy Fog, Repelão, Tico, Dick, Buli e Traful partem no comboio das 8:45 da noite, dando início à primeira etapa da volta ao mundo.

Não será fácil dar a volta ao mundo em 80 dias: Willy Fog encontrará vários obstáculos pelo caminho, uns por obra de Traful ou de Dick, outros fruto do acaso.

Entre os momentos mais emocionantes da viagem de Willy Fog podem destacar-se os seguintes:
– A primeira aparição de Tico a Willy Fog, depois o salvar de uma armadilha, fruto da mente ardilosa de Traful;
– As aventuras de Repelão e Tico, ao fugirem de um grupo de fanáticos, num templo de Bombaim;
– O resgate da princesa Rony na Índia, que seria sacrificada pelos guerreiros da sacerdotisa da deusa Kali;
– O julgamento de Repelão e Tico em Calcutá, acusados de não terem respeitado uma vaca sagrada;
– A viagem de balão do México até São Francisco;
– A passagem de comboio a toda a velocidade pela ponte de Medicine Bow, que desaba imediatamente a seguir;
– A incursão pelas Cataratas de Niagara;
– A viagem de barco rumo à Inglaterra, em que o combustível acaba; para não perder tempo, Willy Fog compra o navio Henrietta ao seu capitão e toda a madeira a bordo é utilizada como combustível;
– A prisão de Willy Fog pelo inspetor Dick, assim que voltam a pôr os pés em território inglês;
– A chegada à estação de Londres num comboio de mercadorias, quando Willy Fog está convencido que perdeu a aposta por uns miseráveis minutos;
– O regresso ao Reform Club na data e hora marcadas.

Willy Fog
É o protagonista da história. Celibatário, descrito como excêntrico e, sem dúvida, um autêntico gentleman, aposta com os seus colegas do Reform Club em como conseguirá dar a volta ao mundo em 80 dias. É baseado na personagem Phileas Fogg do livro de Júlio Verne.

Repelão (Bigodão)
Mordomo leal de Willy Fog, está sempre disposto a defendê-lo. Ao oferecer os seus serviços na Saville Row, pretendia encontrar finalmente uma vida tranquila, pois já estava cansado da agitação do circo onde trabalhara até essa altura. Fica por isso muito surpreendido quando, no dia em que é admitido, Willy Fog lhe comunica que irão dar a volta ao mundo em 80 dias. É baseado na personagem Passepartout do livro de Júlio Verne.

Tico
É o melhor amigo de Repelão. Muito pequeno, a ponto de caber numa maleta, apresenta-se como uma das personagens mais engraçadas da série. O seu maior prazer é comer.

Princesa Rony (Romy)
Viúva de um rajá indiano, estava destinada a morrer num sacrifício em honra da deusa Kali. Porém, é salva por Repelão e passa a acompanhar Willy Fog na viagem à volta do mundo. É baseada na personagem Aouda do livro de Júlio Verne.

Sullivan
É o director do Banco de Inglaterra e o principal adversário de Willy Fog no Reform Club, apostando em como ele não conseguirá dar a volta ao mundo em 80 dias. Não estando disposto a perder, contrata Traful para que atrase a viagem e impeça Willy Fog de chegar a tempo.

Dick (Dix)
Inspetor da Scotland Yard, está convencido que Willy Fog é o ladrão do Banco de Inglaterra. Com o único objetivo de o prender, também irá dar a volta ao mundo. É baseado na personagem Fix do livro de Júlio Verne.

Buli
Inspetor-adjunto, acompanha Dick, apesar de ser muito menos ágil e astuto.

Ralph
Jornalista do Morning Chronicle, acredita que Willy Fog conseguirá ganhar a aposta, mesmo quando todas as probabilidades vão no sentido contrário.

Farrel
Diretor da companhia de caminhos-de-ferro, é um dos membros do Reform Club que aposta contra Willy Fog.

Johnson
Director da companhia de navegação, também é um dos membros do Reform Club que aposta contra Willy Fog.

Weston
Dono do jornal Morning Chronicle, é outro dos membros do Reform Club que aposta contra Willy Fog.

Lord Guiness
É o mais velho membro do Reform Club e o único que acredita na vitória de Willy Fog.

Traful (Transfer)
Contratado por Sullivan para sabotar a viagem de Willy Fog, é o vilão mais terrível de toda a série. Ao longo da viagem, utiliza muitos disfarces e estratagemas, provocando inclusive alguns acidentes, sempre com o objetivo de atrasar a volta ao mundo.

Rovan
Diretor-Geral da Scotland Yard, ordena a Dick e Buli que sigam Willy Fog, para ver se consegue reunir alguma prova que o incrimine no roubo ao Banco de Inglaterra.

Brigadeiro Corn
Encontra-se casualmente com Willy Fog em Bombaim e acompanha-o até Benares, onde se irá reunir ao seu regimento. É baseado na personagem Sir Francis Cromarty do livro de Júlio Verne.

Parsi
Dono do elefante Koa, que transporta Willy Fog e os seus amigos ao longo da selva, na Índia, até à cidade de Allahabad. É baseado na personagem homónima do livro de Júlio Verne.

Andrew Speedy
Capitão do navio de mercadorias Henrietta, que levará Willy Fog e os seus companheiros de volta a Inglaterra. É baseado na personagem homónima do livro de Júlio Verne.

1. A aposta
A propósito do assalto ao Banco de Inglaterra, Willy Fog e os outros sócios do Reform Club discutem sobre a forte possibilidade de o ladrão se ter escapado para fora do país. Todos chegam à conclusão que é muito fácil uma pessoa se deslocar para qualquer ponto do globo. Lord Guiness adianta que, se fosse mais novo, arriscaria dar a volta ao mundo em três meses e Willy Fog aposta metade da sua fortuna em como lhe bastarão 80 dias.


2. A partida
Willy Fog, Repelão, o seu mordomo, e Tico, amigo deste, partem de Londres para dar a volta ao mundo. Sullivan, governador do Banco de Inglaterra e um dos sócios do Reform Club que apostou contra Willy Fog, contrata Traful para que este não o perca de vista e o impeça de dar a volta ao mundo em 80 dias. Dick, inspetor da Scotland Yard, e Buli, inspetor-adjunto, suspeitam que Willy Fog seja o ladrão do Banco de Inglaterra e também partem no mesmo comboio.


3. A dama misteriosa
Em França, Traful disfarça-se de mulher e convida Willy Fog e Repelão a acompanhá-lo na sua carruagem, até à estação de Lyon. O seu objetivo é impedir que Willy Fog apanhe o próximo comboio. Porém, Repelão e Tico conseguem expulsar Traful da diligência. A partir deste momento, Willy Fog trava conhecimento com Tico e permite que este os continue a acompanhar na viagem.


4. O templo
Após passarem o canal de Suez, Willy Fog, Repelão e Tico fazem uma paragem. Traful rouba-lhes os passaportes e leva a que o grupo se perca no interior de um templo em ruínas. Com a ajuda dos gémeos Fric e Froc, os documentos são recuperados e Tico ganha de presente um relógio de sol.


5. O falso Willy Fog
Ao chegarem à Índia, Willy Fog, Repelão e Tico conhecem o brigadeiro Corn, que se irá reunir ao seu regimento em Benares. Esta personagem acompanhará Willy Fog nos episódios seguintes da série. Entretanto, Traful concebe mais um estratagema para atrasar a viagem e disfarça-se de Willy Fog, mas Buli, confundindo-o com um fantasma, acaba por evitar que sejam concretizados os seus planos.


6. Aventura em Bombaim
Traful volta a disfarçar-se de Willy Fog e diz a Repelão e a Tico para darem uma volta porque o comboio rumo a Calcutá irá partir umas horas mais tarde. Entretanto, Dick e Buli surpreendem o falso Willy Fog a roubar uma maçã e prendem-no. Por seu turno, Repelão e Tico entram num templo e, sem darem por isso, desrespeitam uma vaca sagrada…


7. O fim da linha
O comboio que partira de Bombaim pára subitamente e Willy Fog descobre que a linha não tem continuação. Estando em plena selva, a única alternativa será deslocarem-se de elefante até Allahabad. É então que Traful, com um novo disfarce, vem oferecer os seus serviços a Willy Fog…


8. Perigo na selva
Traful faz com que Willy Fog e os seus amigos se percam na selva e abandona-os, deixando-os à deriva com o elefante Koa.


9. O resgate da princesa Rony
Na selva, Willy Fog e os seus amigos assistem a um cortejo que pretende sacrificar a princesa Rony. Segundo as ordens da sacerdotisa da deusa Kali, Rony terá que morrer na fogueira em que vai ser cremado o corpo do seu marido. Willy Fog decide que têm que a salvar imediatamente, mas Repelão resolve agir por conta própria e atira-se de uma árvore para a pira onde pretendem sacrificar Rony. Dá-se imediatamente uma perseguição, pois os fanáticos não querem abrir mão do sacrifício. Repelão, com Rony nos seus braços, consegue saltar para cima de Koa e é com alguma sorte que Willy Fog e os seus companheiros conseguem escapar aos perseguidores.


10. Um presente para Parsi
Willy Fog e o seu grupo encontram Parsi, o verdadeiro dono do elefante, que os leva a Allahabad. Rony recupera os sentidos, conta a sua história e diz que tem uns tios em Singapura, para onde Willy Fog se prontifica a levá-la.


11. O julgamento de Repelão e Tico
Assim que chegam a Calcutá, Repelão e Tico são presos, acusados de terem profanado um templo em Bombaim. Willy Fog encarrega-se da sua defesa e, após pagar a respetiva fiança, todos embarcam no navio Rangoon.


12. O tufão
Em Singapura, Rony fica a saber que os seus tios se mudaram para Hong Kong. Entretanto, a bordo do Rangoon, que os levará a essa cidade, Willy Fog e os seus amigos são surpreendidos por um tufão…


13. Armadilha para Repelão
Em Hong Kong, Rony fica a saber que os seus tios morreram, vítimas de uma epidemia. A partir deste momento, fica decidido que a princesa irá acompanhar Willy Fog, Repelão e Tico durante toda a viagem. Entrementes, como Hong Kong é a última paragem de Willy Fog em território britânico, Dick convida Repelão para beber um licor, pois não quer que este comunique ao seu amo que o navio Carnatic partirá mais cedo do que o previsto. O mordomo, embora muito reticente, acaba por aceitar. Traful ouve toda a conversa e, disfarçado de Dick, coloca sonífero na bebida de Repelão e Tico. Em seguida, manda Buli carregá-los para o Carnatic, que parte para Yokohama sem Willy Fog e Rony…


14. Rumo a Yokohama
Repelão e Tico estão a bordo do Carnatic, ao serviço de Traful que, disfarçado de capitão, os obriga a trabalhar para pagarem a viagem. Por seu turno, Willy Fog e Rony perderam o navio e vão até à polícia entregar algum dinheiro, para que Repelão e Tico possam regressar a Londres se por lá aparecerem. Pouco depois, começam a procurar outro barco que os possa levar ao Japão…


15. O circo de Akita
Encontrando-se sem dinheiro em Yokohama, Repelão e Tico conseguem arranjar trabalho num circo, pretendendo com isso juntar dinheiro suficiente para regressar a Londres. Entretanto, Willy Fog e Rony também chegam ao Japão e descobrem que os seus amigos arriscam a vida, exibindo-se em números muito perigosos. Traful também se encontra no circo de Akita, assumindo a identidade de atirador de facas…


16. Festa no Havai
Traful destrói os barris de água e o navio General Grant, que atravessava o Oceano Pacífico, é forçado a parar no Havai. Aí, Willy Fog e os seus amigos travam conhecimento com o rei Pai-Pai. Este, influenciado por um curandeiro, pensa que eles são seres demoníacos que vieram de barco para trazer a desgraça. A princesa Kaúla, sua filha, encontra-se muito doente e o rei atribui o seu estado à chegada do General Grant. Para o convencer do contrário, Rony oferece-se para curar Kaúla, mas o rei adverte que, se não o conseguir, todos serão mortos…


17. A viagem de balão
Traful incendeia as velas do General Grant, forçando o navio a fazer uma paragem no México. Pouco depois, um balão aterra acidentalmente sobre o barco. Willy Fog apercebe-se estar perante o meio de transporte ideal para o levar a São Francisco e compra-o imediatamente ao seu dono. Dick e Buli atam um cesto ao balão, onde se introduzem, para poderem continuar a seguir Willy Fog.


18. A lei do mais forte
Ao chegarem a São Francisco, Willy Fog e os seus companheiros tomam contacto com o ambiente do Oeste, onde impera a lei do mais forte. Entretanto, Traful incita um fora-da-lei a desafiar Willy Fog para um duelo. Este consegue dominar a situação, mas, antes de voltarem a seguir caminho, Repelão resolve comprar vários revólveres, de maneira a que se possam defender das adversidades com que se irão defrontar nos episódios seguintes…


19. Uma decisão arriscada
Willy Fog e os seus amigos atravessam a América de comboio e, para atrasar a viagem, Traful faz passar sobre a linha uma manada de búfalos. Como se isso não bastasse, corre até à ponte de Medicine Bow e danifica-a, de maneira a que não se possa atravessar o rio. Porém, Willy Fog decide sustentar uma das vigas destruídas com um tronco e passar por cima da ponte a toda a velocidade…


20. Os índios
O comboio onde viaja Willy Fog é atacado por um grupo de índios. Pouco depois, Traful assalta a locomotiva do maquinista, tentando provocar um acidente, mas Repelão e Tico conseguem evitar o pior. Porém, ambos ficam perdidos do resto grupo, o que faz com que Willy Fog e Rony não apanhem a circulação rumo a Omaha, pois não pretendem seguir viagem antes de os encontrarem. Saber-se-á que foi Traful quem incitou os índios a atacarem o comboio e, no final do episódio, Repelão e Tico voltam a juntar-se a Willy Fog.


21. Um comboio muito especial
Como não seguiram no comboio até Omaha, Willy Fog e os seus amigos, bem como Dick e Buli, têm que viajar sobre uma plataforma mecânica durante algumas horas. Passado algum tempo, aparece um comboio que segue na mesma linha em sentido oposto e, para escapar a um acidente, Repelão desvia o aparelho, que se desfaz num monte de areia. A única solução para Willy Fog é uma carruagem que casualmente passa pelo local. É nessa altura que aparece Traful, com um bando de delinquentes dispostos a assaltar o grupo. Não obstante, a carruagem consegue escapar e Willy Fog chega a tempo de seguir no comboio rumo a Chicago…


22. A viagem de trenó
Devido à neve, a circulação de comboios está interrompida, pelo que Willy Fog prossegue a sua viagem de trenó. Mas entretanto Tico adoece e todos têm que pedir ajuda numa moradia, onde permanecem durante a convalescença…


23. Destino: Liverpool
Ao saberem que perderam o China, navio que os levaria até Liverpool, Willy Fog e os seus amigos dirigem-se para Manhattan, onde procuram um barco que os leve a Inglaterra. Após várias tentativas infrutíferas, acabam por convencer o capitão do navio de mercadorias Henrietta, Andrew Speedy, a transportá-los até à Europa. Porém, o seu destino não é Liverpool, mas sim Bordéus. Repelão e Dick, que têm, cada um à sua maneira, interesse em voltar para Inglaterra, combinam sequestrar o navio. Por seu turno, Traful embarcou clandestinamente no Henrietta e, disfarçado de cozinheiro, prepara-se para envenenar Willy Fog. O que ele não esperava é que Speedy, muito esfomeado, lhe roubasse a sopa contaminada. Assim, quando Repelão e Dick se preparavam para colocar em prática o seu plano, encontram o capitão aflito e cheio de dores de barriga, a pedir por favor que o levem a um médico. Ao saber que o capitão se encontra doente, Willy Fog alega conhecer um médico muito bom em Liverpool, pelo que Speedy acata a ideia de seguirem para essa cidade…


24. A bordo do Henrietta
À medida que a viagem se aproxima do seu termo, vão aumentando as peripécias: Willy Fog assume o comando do Henrietta e enfrenta um furacão que lhe destrói as velas. Como se isso não bastasse, Traful decide serrar o mastro mais alto, que acaba por desabar mesmo por cima dele. Quando tudo parecia acalmar, eis que chega ao fim a reserva de carvão que serve de combustível ao Henrietta. É então que Willy Fog compra o navio com o objetivo de queimar toda a madeira existente a bordo. Assim, o barco vai sendo progressivamente destruído, de maneira que, ao chegarem a Liverpool, o que resta do Henrietta é um esqueleto de ferro…


25. O último comboio para Londres
Ao chegarem a Liverpool, Dick prende Willy Fog, acusando-o de ser o responsável pelo roubo ao Banco de Inglaterra. Porém, pouco depois, recebe a notícia de que foi apanhado o verdadeiro criminoso, não lhe restando outra alternativa senão soltar Willy Fog. Este corre imediatamente para apanhar o primeiro comboio com destino a Londres, mas a carruagem onde se faz transportar é dirigida por Traful, que segue no sentido contrário. Embora Repelão salve a situação, não consegue impedir que cheguem atrasados. Na estação de caminhos-de-ferro, a única circulação disponível é um comboio de mercadorias e é nele que os viajantes seguem caminho. Para viajarem mais rápido, o maquinista liberta algumas locomotivas durante o percurso, mas, ao chegarem a Londres, Willy Fog e os seus companheiros constatam que a aposta foi perdida por uns miseráveis minutos…


26. Regresso triunfal
No dia seguinte, Willy Fog confessa a Rony que se encontra arruinado, mas ela pede-lhe que mesmo assim se case com ela. Repelão é então encarregado de marcar o casamento junto do pastor da Catedral de Westminster. Em conversa, o pastor garante-lhe que estão no sábado, dia 21 de dezembro, e não no domingo, dia 22, como todos estavam convencidos. Imediatamente, Repelão corre à Saville Row para contar que a aposta não se encontra perdida. Nesse momento, Willy Fog apercebe-se que, ao seguir viagem, rumou em sentido contrário ao da rotação solar, andando para leste. Indo à frente do sol, os dias ficavam mais curtos na proporção de quatro minutos por cada grau da circunferência terrestre que ia avançando. Como são 360 os graus percorridos ao dar a volta ao mundo, tinham sido ganhos quatro minutos a multiplicar por 360, o que totaliza precisamente 24 horas. Assim se explica porque estavam a 21 e não a 22 de dezembro. Todos se dirigem sem perda de tempo para o Reform Club, uma vez que faltam poucos minutos para se completarem os 80 dias estabelecidos na aposta…

A Volta ao Mundo de Willy Fog é uma série animada de 26 episódios, baseada no romance de Júlio Verne A Volta ao Mundo em 80 Dias.

Foi produzida pela BRB Internacional (Espanha) e pela Nippon Animation (Japão), com a colaboração da TVE, no ano de 1983. Em Portugal, foi exibida pela primeira vez entre 1984 e 1985, aos domingos de manhã, na RTP 1.

Por essa altura, a Disvenda lançou uma caderneta de cromos alusiva à série, intitulada A Volta ao Mundo com Willy Fog, onde é contada a história do início ao fim. Porém, os desenhos que aparecem não são imagens da série, foram antes feitos propositadamente para a caderneta.

Também existem algumas divergências quanto à maneira como o enredo é descrito:

Por exemplo, é dito que o ladrão do Banco de Inglaterra, no momento em que se apropria do dinheiro, age para que todos pensem que foi Willy Fog o culpado. Ora, não se vê na série o assalto ao Banco. Sobre este assunto, nós apenas sabemos o que dizem as personagens.

Ao fugir do templo Hindu, no desenho que aparece na caderneta, vemos Repelão com o seu chapéu de coco. Porém, na série, ele esquece-se do chapéu, que havia pendurado no chifre de uma vaca sagrada. Só o encontra mais tarde, em Calcutá, quando contra ele é proferida uma acusação.

Quando Willy Fog decide resgatar a princesa Rony dos bárbaros que a querem sacrificar, a caderneta descreve que quem comanda a cerimónia é a sacerdotisa Kali. Porém, este não é o nome da sacerdotisa, mas da deusa a quem deverá ser entregue o sacrifício. Por outro lado, Rony aparece com um vestido que vem a ser comprado apenas no episódio seguinte, quando o grupo já se encontra em Allahabad.

Aquando da estadia no Havai, é dito que o Rei Pai-Pai se incompatibiliza com Repelão após pedir a princesa Rony em casamento. Na série, o Rei encontra-se desesperado porque a sua filha, Kaúla, se encontra muito doente.

Na série, o Capitão Speedy recusa-se a levar Willy Fog a Inglaterra, pois dirige-se para a cidade de Bordéus. Já na caderneta, diz-se que o seu destino é Portugal.

Após chegar a Liverpool, Dick prende Willy Fog, mas logo a seguir constata que o verdadeiro ladrão de Inglaterra já foi detido por Rovan. Segundo a caderneta, após soltar Willy Fog, Dick é agredido por Repelão. Porém, na série, quem dá um murro em Dick é Buli, a seu próprio pedido.

Também enquanto a série era exibida pela primeira vez, o Círculo de Leitores colocou à venda um livro que contava a história de A Volta ao Mundo de Willy Fog.

A série foi reposta de 01/07/1985 a 23/12/1985, às segundas-feiras, por volta das 19 horas, também na RTP 1.

Repetiu novamente no verão de 1986, de segunda a sexta-feira à tarde, na RTP 2, nas emissões diárias da Europa TV.

Em finais dos anos 80, circulou uma coleção de cassetes VHS pelos clubes de vídeo, que continha a série na versão integral.

Mais tarde, em 1998, a Ediclube lançou a série completa em outra coleção de cassetes VHS, mas com uma dobragem diferente daquela que vimos nos anos 80. Algumas personagens mudaram o nome, que ficou igual ou mais parecido com o da versão original. É o caso da princesa Rony, que passa a chamar-se Romy, de Repelão, que passa a chamar-se Bigodão, ou de Traful, que aparece como Transfer.

Nesta versão, também as músicas são dobradas em português. Ao contrário, na dobragem anterior, os temas musicais eram ouvidos em espanhol, na versão original, cantados pelo grupo Mocedades. Destaca-se a música do genérico, onde as quatro personagens principais se apresentam. No final de cada episódio, nos anos 80, passava sempre uma música instrumental, embora na exibição de 1986 fosse sobreposta a versão inglesa da música da abertura. Na versão que agora é comercializada, a música do genérico final também é cantada.

João Perry, que na primeira versão havia feito várias vozes (nomeadamente Buli, Ralph e Brigadeiro Corn), dirigiu a segunda dobragem, onde fez as vozes de Dix e Sullivan. Já Francisco Pestana manteve-se como a voz de Lord Guiness.

Cada cassete desta coleção trazia um episódio de A Volta ao Mundo de Willy Fog e outro de D’Artacão e os Três Moscãoteiros.

A mesma versão da série foi lançada em DVD pela Prisvídeo.

Esta versão foi ainda exibida no Disney Channel.

Também foi distribuído, pela LNK Vídeo Lda., um compacto de A Volta ao Mundo de Willy Fog, com uma hora e meia de duração, primeiro em VHS e depois em DVD.

Existem várias personagens da série animada que são literalmente transpostas da obra de Júlio Verne: Willy Fog é Phileas Fogg, Repelão é Passepartout, Rony é Aouda, Dick é Fix e o Brigadeiro Corn é Francis Cromarty.

Andrew Speedy, o capitão do navio Henrietta, e Parsi, o dono do elefante em que Willy Fog se faz transportar na selva, têm exatamente o mesmo nome no livro A Volta ao Mundo em 80 Dias.

Na série animada, Sullivan é o governador do Banco de Inglaterra, enquanto que na obra de Júlio Verne a personagem com o mesmo nome é um banqueiro. Por sua vez, Ralph, que n’A Volta ao Mundo de Willy Fog aparece como jornalista do Morning Chronicle, no livro assume o posto de administrador do Banco de Inglaterra, sendo também um dos sócios do Reform Club.

Tico, Traful e Buli foram personagens criadas propositadamente para a série, não existindo no livro de Júlio Verne.

Apesar de Traful ser o grande vilão da história, a verdade é que Willy Fog não o chega a ver uma só vez desprovido de um disfarce. Do grupo que acompanha Willy Fog, Repelão é o único a defrontar-se com Traful cara-a-cara, no penúltimo episódio, quando repara que a diligência que devia seguir para a estação de Liverpool corre exatamente no sentido contrário. De todas as outras vezes, Traful apenas entra em contacto com os viajantes por de trás de uma máscara e disfarçando a voz, o que não impede Willy Fog de desconfiar, em alguns momentos, que alguém age contra ele.

A Maia & Borges produziu uma coleção de bonecos em PVC com personagens da série.

Em Espanha, a banda sonora foi lançada em LP.

Em 1998, houve uma nova edição, em CD.

São múltiplas as adaptações de A Volta ao Mundo em 80 Dias. A mais conhecida é a versão cinematográfica de 1956, realizada por Michael Anderson, Kevin McClory e Sidney Smith com David Niven (Phileas Fogg), Shirley MacLaine (princesa Aouda) e Cantinflas (Passepartout) nos principais papéis.

Em 1989, foi produzida nos Estados Unidos da América uma minissérie, também baseada n’A Volta ao Mundo em 80 Dias, realizada por Buzz Kulik. Do elenco fizeram parte, entre outros, Pierce Brosnan (Phileas Fogg), Eric Idle (Passepartout), Julia Nickson-Soul (Aouda) e Peter Ustinov (Fix). Esta minissérie foi exibida em Portugal no ano de 1990.

Apesar de haver várias edições da obra de Júlio Verne em cuja capa aparece um balão, não existe qualquer viagem de balão no livro que inspirou a série. Provavelmente isso deve-se ao facto de, tal como acontece na série animada, também haver uma viagem de balão no filme de 1956.

Em 1993, surge uma segunda série animada, produzida pela BRB Internacional com a Wang Film Productions (Taiwan), onde as personagens de A Volta ao Mundo de Willy Fog voltam a viver aventuras baseadas em histórias de Júlio Verne. Esta série divide-se em duas partes, sendo baseada nos livros Viagem ao Centro da Terra e 20.000 Léguas Submarinas.

Em 2010, a Planeta DeAgostini lançou uma edição conjunta das duas séries, em 26 DVDs.

Partilhar:

A Volta ao Mundo de Willy Fog