Claxon

Exibição:
02/03/1991 – 15/06/1991 (RTP 1)

Número de episódios:
13

Série criada por:
Companhia das Ideias

Uma produção:
Miragem

Escrita por:
António Avelar de Pinho
António Cordeiro

Fotografia:
Rui Taborda
José António Loureiro

Produtor executivo:
Margarida Santos

Delegada RTP:
Isabel Medina

Realização:
Henrique Oliveira

Elenco:
António Cordeiro – Claxon
Margarida Reis – Ruby
António Paulos – Bob Caroço
Ricardo Carriço – Rick Planeta
Jorge Nogueira – Bill Bao
Tomás Machado – Ajudante do Inspetor Caroço

Na Grande Cidade, onde o crime espreita e os casos não podem esperar, está Claxon (António Cordeiro), detetive privado.

Desorganizado, Claxon conta com um anjo protetor, a sua secretária Ruby Tuesday (Margarida Reis). O detetive nunca consulta os arquivos nas suas investigações, pois conta com o apoio do amigo e jornalista Rick Planeta (Ricardo Carriço), que é repórter de O Relâmpago. Nenhum obstáculo o faz tropeçar, exceto a presença de Bob Caroço (António Paulos), um medíocre e ambicioso inspetor de polícia, que tem por vício colher os louros que, por direito, pertencem a Claxon.

Claxon e Ruby
Rick Planeta e Claxon

Sedução é a palavra de ordem nesta série de polícias, detetives, mulheres belas, crimes e roubos.

Joe Claxon (António Cordeiro)
Detetive privado que deixou, em tempos, de ser polícia. É um solitário assumido que passa a maior parte do tempo no seu escritório, que é também a sua casa. Não se lhe conhecem relações fixas; vai dormindo com uma ou mais mulheres ao sabor do acaso, libertando-se rapidamente do mal que, em seu entender, elas poderão trazer-lhe. É um homem duro, descontraído, que dorme pouco e que se movimenta num círculo restrito de amigos ou simples conhecidos.

Rick Planeta (Ricardo Carriço)
Repórter do jornal O Relâmpago. Vivaço e azougado, é amigo de Claxon desde a infância.

Ruby Tuesday (Margarida Reis)
A sedutora secretária particular de Claxon, recém-chegada à Grande Cidade. Ainda que de forma involuntária, acaba por se envolver sempre nos casos investigados pelo detetive.

Bill Bao (Jorge Nogueira)
Dono de um bar no edifício onde também se localiza o escritório de Claxon. Antigo manager de boxe.

Bob Caroço (António Paulos)
Inspetor de polícia, tipo “cão de fila”, bronco e corrupto até dizer mais não. Inveja a superioridade de Claxon, embora repita constantemente que tem “muitos anos desta merda no pêlo”.

Ajudante (Tomás Machado)
Ajudante do Inspetor Caroço.

Personagens descritas na sinopse, mas que não chegaram a aparecer:

Bertha Civil
Mulher a dias de Claxon.

Mara Depoche
Vizinha de Claxon. Nutre por ele uma paixão platónica.

1. O caso do táxi 501 (02/03/1990)
Quando o repórter Rick Planeta decide pôr um anúncio no seu jornal a pedir uma secretária para Claxon, o detetive privado está longe de suspeitar que se verá implicado no estranho caso das mulheres raptadas. Ruby Tuesday, a secretária contratada, desaparece e, ao tentar encontrar-lhe o rasto, Claxon enfrenta o mistério do táxi 501 e o segredo do navio “Karabudjan”.

Atores convidados:
Carlos Alberto Vidal – Marc Bolan (rececionista)
António Avelar de Pinho – Nick Naifas
Francisco Graça – Comandante Nutty Shark


2. Strip-tease (09/03/1990)
Um assassino não gosta, aparentemente, de strip-tease e jovens strippers começam a ser eliminadas, entre elas Babel Babilónia. Claxon prepara-se para tentar resolver mais um complicado mistério e tudo indica que Marvel Comix será a próxima vítima.

Atores convidados:
Lena Coelho – Telma / Marvel Comix
Ângelo Neves – Jack Rollo / Freddie Flash
Alexandre Falcão – Apresentador Kama-Sutra


3. Morte em direto (16/03/1990)
Claxon vê-se mergulhado no mundo complexo da alta política quando Belchoir Livox, o líder da oposição, é visto por milhões de pessoas, na TV e em direto, a disparar sobre um ministro. Livox, porém, consegue fugir e procurar Claxon, a quem diz estar inocente.

Atores convidados:
Sofia Morais – Eva Niceday
Jorge Pinto – Belchior Livox / Tony Crocanti
José Luís Correia – Milo Krapol
Margarida Alvarez – Mulher de Livox


4. Pedras fatais (23/03/1990)
Rick Planeta recebe a visita de um velho conhecido, que deixa em seu poder uma misteriosa mala. Depois disso, alguém o persegue sem descanso e Rick é obrigado a esconder-se. Entretanto, Claxon é contratado por Rudolfo Butrageno de Becker e Stein para encontrar o paradeiro de uma mala roubada dos seus escritórios centrais.

Atores convidados:
Baptista Fernandes – Rudolfo Butrageno de Becker e Stein
Luís Velez – David Labiosa


5. O caso Diógenes (06/04/1990)
Depois de uma feroz discussão num restaurante, a secretária de um importante empresário, chamado Luís Lubrick, aparece morta num beco. Um vagabundo, de nome Diógenes, presenciou tudo. Que importância vai ter o seu testemunho? E Claxon, de que forma é que o grande detetive vai procurar a inocência de Luís Lubrick?

Atores convidados:
José Pinto – Diógenes
Xana Norton de Matos – Dália Lubrik
Pedro Guimarães – Luís Lucky Lubrik


6. Bolero (13/04/1990)
Ruben Félix desapareceu e Claxon é contratado para o encontrar. As suas investigações conduzem-no ao famoso “Clube Tropicana” e a uma cantora de boleros chamada Rita Beverley. Entretanto, na Grande Cidade, o tráfico de cocaína é cada vez mais intenso e ninguém consegue pará-lo.

Atores convidados:
Maria João Baginha – Vera Félix
Rui Reininho – Matt Maracas
Virgínia Sal – Rita Beverley
Jorge Rolla – Marin Félix


7. Chamada do além (20/04/1990)
O diretor-geral da fundição Steelaço é mortalmente atirado para um dos tanques. Dois anos depois, Claxon recebe a visita da mulher do defunto, Bárbara Blue, que garante ouvir, todas as noites, chamados do marido para ir ter com ela. Claxon, como é natural, tem alguma dificuldade em acreditar nesta história…

Atores convidados:
Ana Padrão – Bárbara Blue
Sofia Sá da Bandeira – April May
Canto e Castro – Percival
Francisco Baião – Dr. Zigfriedmund


8. Insónia (27/04/1990)
Claxon tem entre mãos o caso de Dalila Pegaso, que tem recebido todas as noites, às três da manhã, misteriosos telefonemas anónimos. O interlocutor informa-a de que alguém vai morrer. E poucos minutos depois as pessoas são mortas, efetivamente.

Atores convidados:
Rosa Maria Pereira – Dalila Pegaso
Alexandre Soares – Alex
Maria João Pinto – Viúva de Jorge Martin
Adelaide João – Tia de Dalila


9. Prova de contacto (18/05/1990)
A famosa atriz Wanda Wagner está a ser alvo de uma chantagem vergonhosa, e contrata Claxon para que ele descubra os chantagistas. Através da descrição feita por Wanda sobre os homens que receberam o dinheiro, Claxon identifica-os como sendo Zanzibar e Maracaíbo. Com a ajuda de Ruby, consegue aproximar-se deles, mas a situação torna-se complicada.

Atores convidados:
Alexandra Leite – Wanda Wagner
Maurício Moncosso – Valentino Miró
Miguel Tavares – Ricardo
Bruno Schiappa – Zanzibar
Miguel Arcanjo – Maracaíbo


10. O caso de Justin Case (25/05/1990)
Claxon é apanhado pelo seu passado e vê-se envolvido num assunto onde não se sente nada à vontade: um caso de adultério. Justin Case pede-lhe que investigue a sua mulher, Renata Case, e Claxon acaba por desvendar um assunto escaldante na vida de Justin e das pessoas que o rodeiam. Quem é na realidade Norman Dias? E que ligação tem ele com Phoenix Arizona?

Atores convidados:
Rui Pregal da Cunha – Norman Dias / Carlo
Isabel Medina – Renata Case
Joaquim Rosa – Justin Case
Susana W. Dias – Phoenix Arizona
Margarida Hilário – Virgínia
Josefina Ungaro – Secretária de Justin Case


11. Fim-de-semana na Pousada Castafiori (01/06/1990)
Uma avaria no carro obriga Claxon e Ruby a passarem um fim-de-semana na Pousada Castafiori. Nessa noite comemora-se o aniversário de Clarabela Castafiori, a proprietária. Depois do jantar abrem-se os presentes e acontece um facto macabro. Porém, tudo se complica quando, na manhã seguinte, Clarabela aparece morta…

Atores convidados:
Kimberlay Ribeiro – Clarabela Castafiori
João Rapazote – Johnny Boyzote
Rute Marques – Loretta Panorâmica
Ruy Furtado – Golias Grok (voz de José Pinto)
Júlia Correia – Célia
Carmen Dolores – Miranda Buick
Vítor Torres – Moisés Mender
Diniz Caiola – Filho de Célia


12. Sangue sobre tela (08/06/1990)
Enquanto trabalha no seu atelier, a pintora Ruth Bensabat é atacada por dois homens encapuzados, que a amarram e lhe tiram várias fotografias. Depois de pedir ajuda a Claxon, a pintora leva-o a visitar uma exposição de originais do seu falecido pai, também pintor, e um dos quadros chama particularmente a atenção do detetive…

Atores convidados:
Helena Laureano – Ruth Bensabat
Júlio Martin – Danilo Karnak
Júlio Cardoso – André Flamarion
Domingos Pinho – Amadeu Bensabat


13. Último round (15/06/1990)
O pugilista John Torpedo está a ser pressionado para perder um combate. Recusa, mas, quando o seu filho é ameaçado, acaba por ceder. Assustado, pede ajuda a Claxon, que se envolve num caso violento e em que a sua vida pode estar por um fio.

Atores convidados:
Nuno Figueira – John Torpedo
Ana Bastos – Mulher de Torpedo
Pedro Efe – Kid Nocaute
Mário Sancho – Chefe do gang

Recheada de ação, violência e sexo q.b., Claxon foi rodada em 35 milímetros, película dimensionada a pensar no grande ecrã. Exibida no horário nobre de sábado e produzida como se de cinema se tratasse, mostrou-se diferente do tudo o que já se tinha visto na televisão portuguesa.

Teve a chancela da produtora Miragem, que até então se dedicara somente à produção de comerciais e cujos criadores eram dois ex-elementos dos Táxi: Henrique Oliveira (realizador) e Rui Taborda (diretor de fotografia).

António Cordeiro, para além de dar vida ao protagonista, foi também um dos autores, em parceria com António Avelar de Pinho. Cada um deles fez uso das suas influências: António Avelar de Pinho, a banda desenhada; António Cordeiro, o cinema.

A ideia surgiu em 1988 mas foi sofrendo alterações, como explicou António Cordeiro: “No início não era de maneira nenhuma este projeto. Depois foi passando por depurações, sendo trabalhado por mim e pelo António Avelar de Pinho e a seguir pelo Henrique, que deu a pintura final, até pelas opções que ele tinha em termos de estética, ou que nós tínhamos e ele queria aprofundar”.

Com a influência dos “heróis de papel” da banda desenhada e dos filmes série B, a série apresentava um registo soturno, a lembrar os velhos filmes de espionagem.

Claxon passava-se num tempo indeterminado (apenas se sabia que era no século XX).

O local da ação era uma metrópole chamada Grande Cidade.

As gravações decorreram na cidade do Porto, onde se sediava a Miragem.

Coliseu do Porto

Primando pela inovação, Claxon esteve no top das audiências, o que, para Ricardo Nogueira, diretor do Departamento de Programas de Ficção do Canal 1 da RTP, não constituiu uma surpresa: “Decisivamente, Claxon cumpriu em muitos aspetos aquilo que se esperava da série, registando uma melhoria qualitativa da iluminação (fotografia), cenografia e da eficácia narrativa. Pode dizer-se que, nesses aspetos, a série inovou”.

Também António Cordeiro fez um balanço positivo: “Foi nitidamente um salto em frente. Foi uma aposta a todos os níveis e ganha a muitos níveis. É evidente que um projeto que aparece numa atitude pioneira, com uma equipa nova, indo buscar muita gente nova, correndo o risco de essas caras novas não serem de atores, tem problemas. Acho que jogámos no pioneirismo. E isso tem debilidades. O pioneirismo começa a desbravar recursos e caminhos que necessariamente nunca ninguém cruzou e tem perigos que nós não conhecemos. As coisas só têm virtudes quando são feitas. E só têm virtudes quando têm falhas. Porque nos permitem aprender com elas. Muitas vezes nós não fazemos porque temos medo de falhar. Mas eu acho que não falhámos. O Claxon foi um marco. Agora esperemos que venham coisas melhores. Muitas e boas”.

De entre as muitas participações especiais, há algumas curiosas a assinalar:

Carlos Alberto Vidal
como um rececionista de hotel
Lena Coelho
como uma stripper
Sofia Morais
como uma jornalista
Rui Reininho
como um tocador de maracas

Em português, a palavra claxon significa buzina, buzinadela.

O protagonista esteve para se chamar Gil, faltava-lhe o apelido. António Avelar de Pinho e António Cordeiro iam de automóvel a discutir o assunto quando, num engarrafamento de trânsito, os carros começaram todos a buzinar, a tocar o cláxon. Daí o nome do detetive.

Era perfeitamente percetível que a voz de alguns atores era dobrada. A título de exemplo, refira-se o episódio Morte em direto, em que a voz da mulher de Belchior Livox (Jorge Pinto) é feita por Emília Silvestre. Já no episódio Fim-de-semana na Pousada Castafiori, a voz de Clarabela é feita por Josefina Ungaro.

Este foi o último trabalho do ator Ruy Furtado, que, no entanto, também teve a sua voz dobrada por José Pinto.

Alguns episódios assumiram características que os diferenciaram dos outros:

– Chamada do além teve contornos de filme de terror.

– Insónia foi quase todo contado em flashback, com a imagem a preto-e-branco e em formato 16:9.

– Já Fim-de-semana na Pousada Castafiori lembrava um policial de Agatha Christie.

Claxon teve uma banda sonora original que foi editada pela A&R. De referir que a versão em CD tem 3 músicas a mais do que as disponíveis no disco de vinil.

CLAXON – Nanã Sousa Dias
O TEU OLHAR – Lena Coelho
GRANDE CIDADE – Tim
RASTOS DE AZUL – Rui Veloso
BOLERO (TE QUIERO) – Virgínia Sal
JOGO SUJO – Zé Nabo e os Optimistas
UM TÁXI NA NOITE – Ramon Galarza
DE DINHEIRO FALAMOS DEPOIS – Manuel Paulo
DOZE BARES – Nanã Sousa Dias
TERRA DE NINGUÉM – Moz Carrapa
FUGA – Manuel Paulo
SE TAMBALEA – A Sonora de Lisboa
DETECTIVE PRIVADO – Grupo da Escola de Jazz do Porto

Segundo a TV 7 DiasClaxon teria também sido adquirida para uma adaptação radiofónica, igualmente em 13 episódios, com o título de As Noites Negras de Joe Claxon.

Claxon teve duas reposições na RTP 1:

– Entre 14/09/1992 e 30/09/1992, de manhã;
– Entre 15/08/1994 e 31/08/1994, à tarde.

Partilhar:

Claxon