Dick Haskins

Exibição:
15/04/1982 – 27/05/1982 (RTP 2)

Número de episódios:
07

Música:
Luís Pedro Fonseca

Adaptação, realização e montagem:
Dick Haskins

Produção:
Dick Haskins Produções TV

Série policial portuguesa adaptada dos livros do escritor Dick Haskins, pseudónimo de António de Andrade Albuquerque.

Grande parte das histórias contam com a participação do próprio Dick Haskins, um investigador anglo-português que trabalha para o DEEIC (Departamento Especial Europeu de Investigação Criminal).

Dick Haskins (Alberto Morgado)

1. O precipício (15/04/1982)
Mike Matson e a sua mulher, recém-casados, hospedam-se num hotel junto ao mar. Mike leva-a até um assustador precipício e empurra-a. Durante a queda, a mulher acorda e percebe que está no quarto. Será que tudo não passou de um pesadelo?

Elenco:
Alberto Morgado – Dick Haskins / Mike Matson
Fernanda Farinha – Mrs. Matson
Fonseca Inácio – Médico
José Elias – Juiz Presidente
José Guerra – 2.º Juiz
Augusto Carvalho – 3.º Juiz
A. Simões de Sousa – Promotor de Justiça
Joaquim Rosando – Oficial de Diligências
Margarida Marques – secretária
Margarida Mira – secretária
Joaquim Teixeira – rececionista
João Jorge – groom
Carlos Martins – groom
Armando Jorge – chefe de mesa
Mário Bento – empregado de mesa
José Cipriano – empregado de mesa
Jorge Martinho – barman


2. O fio da meada (parte 1) – Vera (22/04/1982)
A dramática morte da jovem Vera Maudsley é “o fio da meada” que dará origem à descoberta de uma complicada rede de criminalidade.

Elenco:
Alberto Morgado – Dick Haskins
Maria Manuela Costa – June Ducanne
Teresa Maria Moreira – Patricia Arden (Pat)
Maria Margarida Sanches – Marta Hayward
Victor Portela – William Ducanne
Marques dos Santos – Inspetor Fraga
Amílcar Melo Rodrigues – Inspetor Robert Wells
Nelson Botelho – Promotor Kane
Acúrcio Palma – Peter Benson
Helena Maria Tanqueiro – empregada de limpeza
Paulo Jorge Alves – Eddy Ellington
Alberto Luís Fernandes – Bill Venâncio
João Duarte Rodrigues – Vittorio Lagana
Maria Irene Portela – Eva Moreno
Francisco Barreto – Edward
José Manuel Moreira – Colby
Nantília Rosa – Senhora Sousa de Aguiar
João Luís Albuquerque – João
José Gonçalves Guerra – Dr. Samuel Davis
Ghislaine Collas – hospedeira de terra
Paulo Jorge Bordonhos – 1.º gangster
Fernando Carvalho – 2.º gangster
Ana Paula S. Ferreira – convidada de June Ducanne
Maria de Lourdes N. Silva – convidada de June Ducanne
Francisco Gonçalves – convidado de June Ducanne


3. O fio da meada (parte 2) – Solução final (29/04/1982)
Quando regressa a casa, Haskins é surpreendido por um homem que o ameaça de arma em punho e, pouco depois, descobre uma segunda visita que também lhe aponta uma arma. Os dois visitantes pretendem que Haskins lhes entregue a chave, que não serve em nenhuma fechadura do apartamento de Vera Maudsley, e avisam-no de que deve abandonar o caso.

Elenco:
Alberto Morgado – Dick Haskins
Maria Manuela Costa – June Ducanne
Teresa Maria Moreira – Patricia Arden (Pat)
Maria Margarida Sanches – Marta Hayward
Victor Portela – William Ducanne
Marques dos Santos – Inspetor Fraga
Amílcar Melo Rodrigues – Inspetor Robert Wells
Nelson Botelho – Promotor Kane
Acúrcio Palma – Peter Benson
Helena Maria Tanqueiro – empregada de limpeza
Paulo Jorge Alves – Eddy Ellington
Alberto Luís Fernandes – Bill Venâncio
João Duarte Rodrigues – Vittorio Lagana
Maria Irene Portela – Eva Moreno
Francisco Barreto – Edward
José Manuel Moreira – Colby
Nantília Rosa – Senhora Sousa de Aguiar
João Luís Albuquerque – João
José Gonçalves Guerra – Dr. Samuel Davis
Ghislaine Collas – hospedeira de terra
Paulo Jorge Bordonhos – 1.º gangster
Fernando Carvalho – 2.º gangster
Ana Paula S. Ferreira – convidada de June Ducanne
Maria de Lourdes N. Silva – convidada de June Ducanne
Francisco Gonçalves – convidado de June Ducanne


4. A sétima sombra (06/05/1982)
Um conhecido banqueiro norte-americano é assassinado durante uma festa em que reuniu os seus sete principais inimigos. Dick Haskins encontrava-se, secretamente, entre os convidados, mas nada conseguiu fazer para evitar a morte do milionário…

Adaptação:
Anton Palma

Elenco:
Alberto Morgado – Dick Haskins
Cunha Marques – Paul Rosenthal
A. Simões de Sousa – Inspetor Barley
Anton Palma – Willie Grant
Maria Paula Cardoso – Ellen Grant
Teresa Miguel – Rita Maia
J. Duarte Rodrigues – Ramiro
Júlio Reis – Dr. Wladesko
José Guerra – Joe Murray
Manuel Duarte – Jerry Ellis
Rui Borges – Frankie Wayne
Maria Helena Quaresma – Kim Gray


5. O espaço vazio (parte 1) (13/05/1982)
Michael Wade é um indivíduo profundamente marcado pela guerra e pelo desgosto que lhe causou a morte da única mulher que amou. Alguns anos após a II Guerra Mundial, Wade funda uma agência de investigações particulares e o seu primeiro cliente traz um caso de ameaça de morte. O próprio Wade encarrega-se das investigações.

Elenco:
Jorge de Castro Ramos – Michael Wade
Nantília Rosa – Jane Marlowe
Ghislaine Collas – Helen Keith
Julieta Rogado – Karin Baker
Anton Palma – David Maclean
João Marques dos Santos – Inspetor Fraga
António E. Lima Rodrigues – Enrico Carmelo
Mário Rodrigues – Mario Morandi
Maria Margarida Sanches – Ruth Frazee
João Duarte Rodrigues – Lawrence Frazee
Milay Peniche – Claire Harris
Ulrich Hilmer – Archibald Harris
Conceição Crispim – rececionista
Edite Fernandes – rececionista
Fernanda Jordão – empregada de quartos
Helder Inácio Nunes – groom
Mário Martinho – barman
António Manuel Garcia – barman
Manuel Tavares Ribeiro – motorista
António Duarte Félix – groom
Luís Filipe Mendes – groom
Pedro Manuel Fernandes – groom


6. O espaço vazio (parte 2) (20/05/1982)
Michael Wade encontra-se com Jane Marlowe, a mulher que amou e que ele pensava morta há muitos anos. Este acontecimento inesperado provoca um choque enorme em Wade, muito maior do que aquele que tinha sofrido quando soube da “morte” de Jane…

Elenco:
Jorge de Castro Ramos – Michael Wade
Nantília Rosa – Jane Marlowe
Ghislaine Collas – Helen Keith
Julieta Rogado – Karin Baker
Anton Palma – David Maclean
João Marques dos Santos – Inspetor Fraga
António E. Lima Rodrigues – Enrico Carmelo
Mário Rodrigues – Mario Morandi
Maria Margarida Sanches – Ruth Frazee
João Duarte Rodrigues – Lawrence Frazee
Milay Peniche – Claire Harris
Ulrich Hilmer – Archibald Harris
Conceição Crispim – rececionista
Edite Fernandes – rececionista
Fernanda Jordão – empregada de quartos
Helder Inácio Nunes – groom
Mário Martinho – barman
António Manuel Garcia – barman
Manuel Tavares Ribeiro – motorista
António Duarte Félix – groom
Luís Filipe Mendes – groom
Pedro Manuel Fernandes – groom


7. O jogo de Haskins (O último degrau) (27/05/1982)
Dick Haskins recebe um telefonema de um homem que não se identifica e que pretende negociar com ele a vida de alguém que está condenado a ser assassinado 24 horas mais tarde…

Elenco:
Luís Bastos – Dick Haskins
Jorge Castro Ramos – Inspetor Robert Wells
José Elias – Inspetor Fraga
Ghislaine Collas – Gwen Dempster
Marluce – Agente Especial da Brigada de Apoio do DEEIC
Maria Afonso – Patrícia Arden
Ana Lorena – Ann Suerdieck
Nantília Rosa – Maud Hale
Vítor Portela – Hank Dempster
Pedro Paes Ramos – Frank Dark
Manuel Rocha – Alistair Gordon
Mário Rodrigues – Johnny Lagarde
Alice de Barros – Telefonista da Fundação Suerdieck
Paulo Jorge Alves – Perito do DEEIC
Eurico Borges – Richard Suerdieck
Francisco Barreto – Edward
José Manuel Azenha – Jenkins
Fernando Henrique – Gangster
Rui Cruz – Barman
Walter – Agente/DEEIC
Pedro Leiria – Empregado do Hotel
Rui Spranger – Empregado da Estação de Serviço
José Joaquim Eugénio – Empregado da Estação de Serviço
Maia Vidal – Voz/Repórter de Televisão

Em 1958, foi publicado O Sono da Morte, o primeiro livro de Dick Haskins. Ao contrário do que se poderia julgar, Dick Haskins era um autor policial bem português, como o foram Ross Pynn (Roussado Pinto) ou Dennis McShade (Dinis Machado). Tratava-se de um pseudónimo adotado por António de Andrade Albuquerque por exigência editorial, pois não se acreditava, naquela época, que uma obra policial assinada por um nome português obtivesse sucesso.

A obra de Dick Haskins fez uma brilhante carreira internacional, tendo os seus livros sido traduzidos e publicados em mais de 30 países.

Dick Haskins nos anos 60

Luís de Pina, que exercia funções de diretor de programas da RTP em 1979, era apreciador da literatura de Dick Haskins e encomendou-lhe uma série de telefilmes adaptados das suas obras. O autor pôde, desta forma, realizar o sonho de transformar em imagens os livros que escrevera anos antes.

Com a sua própria produtora, deu início ao projeto, colocando em prática os conhecimentos de produção televisiva que adquirira em visitas a algumas televisões, nomeadamente a NBC (EUA) a BBC (Reino Unido) e a ARD (Alemanha).

O primeiro episódio, intitulado O Precipício, foi o único baseado não num livro, mas sim num conto que Dick Haskins escreveu em 1972, em cerca de 45 minutos, num tempo morto. Este conto foi publicado em algumas antologias e jornais da época.

O elenco da série foi maioritariamente composto por atores amadores, quase todos ilustres desconhecidos. Exceção feita, por exemplo, a Teresa Miguel, uma das Doce, que aparece no episódio A Sétima Sombra.

Nesse mesmo episódio participou Cunha Marques, o único ator profissional que fez parte da série. No mesmo ano, vimo-lo em Vila Faia, também numa cena de assassinato. Tratava-se de um guarda noturno da empresa vinícola Marques Vila, que é morto na mesma ocasião que Balhão (António Montez).

Cunha Marques “morto” em O Fio da Meada
… e em Vila Faia

Digna de registo é também a presença de Marluce, ex-mulher de Carlos Cruz, como agente especial no episódio O Jogo de Haskins (O Último Degrau).

No primeiro episódio, O Precipício, Alberto Morgado, que interpreta o papel de Dick Haskins, dá também vida a Mike Matson. A caracterização irrepreensível não deixou visível qualquer semelhança entre os dois personagens.

Alberto Morgado como Dick Haskins...
... e como Mike Matson

O Espaço Vazio é o único episódio em que a ação decorre sem a presença de Dick Haskins.

No último episódio, produzido já em 1982, ano em que a série foi exibida, Dick Haskins foi interpretado por um outro ator, Luís Bastos.

Algumas locações dos livros, situadas no estrangeiro, foram transpostas para a realidade portuguesa. Foi o caso da Pousada do Lago, em La Négresse, Biarritz, onde decorre a ação de O Espaço Vazio. O local escolhido passou a ser o Hotel Golf Mar, no Vimeiro. Nesse mesmo hotel, fora já ambientado o episódio O Precipício.

Por sua vez, o rancho de Paul Rosenthal (Cunha Marques) em Los Angeles, de A Sétima Sombra, passou a ser uma casa situada na praia de São Bernardino, em Peniche. Curiosamente, a casa cujos interiores aparecem na série era do próprio Dick Haskins.

Várias cenas de O Fio da Meada foram gravadas em Miraflores, Algés, num prédio acabado de construir e ainda inabitado. Existia somente o andar-modelo, que aparece nas cenas iniciais, onde Vera Maudsley é assassinada na cama.

No mesmo episódio, numa das cenas é possível ver um balcão da TWA (Trans World Airlines), extinta companhia norte-americana.

A fachada do DEEIC (Departamento Europeu Especial de Investigação Criminal), que aparece em vários episódios, nada mais era do que a sede da RTP, na Avenida 5 de Outubro, em Lisboa, hoje ocupada pelo Vip Grand Lisboa Hotel.

Para representar a casa do Dr. Suerdieck em O Último Degrau, foi utilizado o Palácio de Rio Frio, situado na herdade com o mesmo nome, em Palmela. Neste local, foi também gravada a telenovela Anjo Selvagem, da TVI.

João Albuquerque, filho do autor/realizador, participou no episódio O Fio da Meada, ainda com 5 anos.

A banda sonora dos seis primeiros episódios esteve a cargo de Luís Pedro Fonseca. Os temas foram interpretados pelo grupo Diadágua, com a colaboração de Lena d’Água (voz) e Rão Kyao (sax).

Luís Pedro Fonseca recordou desta forma o seu trabalho na série:

O Dick Haskins é português, foi um autor de grande sucesso por ser bom, mas quanto a mim também por ter arranjado um nome de guerra estrangeiro, o que o colocou no meio do panorama dos autores estrangeiros do romance policial e lhe deu crédito, pois não era habitual termos um autor português a ter sucesso nesse tipo de leitura. Para mim foi uma honra ter sido convidado para fazer a banda sonora da série. O Rão Kyao foi um dos músicos que convidei para participar.

Posteriormente à série, entre 1986 e 1994, Dick Haskins produziu mais quatro filmes para a RTP:

A Bomba
Experiência em Terror
Processo 327
No Gume da Lâmina

Foi ainda produzido para a TVI um filme intitulado A Noite Mais Longa, que nunca chegou a ser exibido.

João Albuquerque relatou-nos algumas lembranças da época em que foi produzida a série:

A série e os restantes filmes foram sempre feitos com algumas dificuldades financeiras. Naquela época, o cinema e as produções televisivas “modernas” não eram como são hoje. Com exceção do primeiro episódio, O Precipício, que foi filmado com equipamento alugado à RTP e com operadores de câmara da RTP (os irmãos Éfe), os recursos para a contratação de pessoal técnico eram sempre escassos e normalmente era sempre o meu pai, o realizador, que ficava atrás da câmara. O “técnico” de som muitas vezes tratava da iluminação também, etc.

Foram tempos muito engraçados durante a produção dos episódios, desde as filmagens até à montagem. Havia muita camaradagem, o convívio era sempre bastante divertido. Na altura da série era um miúdo com 5 ou 6 anos mas ainda me lembro de alguns momentos que passava entre o pessoal sempre que o meu pai me deixava. Mais tarde, já nos últimos filmes em 1994, participei na realização e na produção juntamente com ele.

Partilhar:

Dick Haskins