Roque e Role

Exibição:
15/10/1988 – 09/09/1989 (RTP 1)

Número de programas:
18

Produção:
Maria Otília

Realização:
Manuel Varella

Roque e Role é um programa de música portuguesa, dedicado ao público infantil. Promove um convívio musical onde o cantor ou grupo convidado interpreta temas da sua autoria e responde a questões colocadas pelas crianças da plateia.

Carlos Paião no palco do Roque e Role

1. Tó Sequeira
(15/10/1988)

2. Xutos e Pontapés
(22/10/1988)

3. Ministars
(29/10/1988)

4. Badaró
(05/11/1988)

5. José Barata Moura
(12/11/1988)

6. Raul Indipwo
(19/11/1988)

7. Carlos Paião
(26/11/1988)

8. José Jorge Letria
(03/12/1988)

9. Carlos Alberto Vidal
(10/12/1988)

10. Carlos Alberto Moniz
(17/12/1988)

11. Onda Choc
(24/12/1988)

12. Ana Faria
(31/12/1988)

13. Delfins
(07/01/1989)

14. Banda Sucesso / Afonsinhos do Condado
(14/01/1989)

15. Carlos Mendes
(21/01/1989)

16. Herman José
(29/07/1989)

17. Radar Kadafi
(26/08/1989)

18. Paulo de Carvalho
(09/09/1989)

Roque e Role foi produzido em 1987, mas apenas exibido a partir do último trimestre de 1988.

Os primeiros 15 programas deram em semanas consecutivas, tendo os restantes sido transmitidos bastante mais tarde e de forma mais espaçada.

O programa com Carlos Paião foi propositadamente exibido no dia 26/11/1988, como homenagem pelos 3 meses do seu desaparecimento.

Carlos Alberto Vidal apresentou-se “ao natural”, mas interpretou as músicas caracterizado de Avô Cantigas.

Ana Faria apresentou algumas canções dos seus álbuns Brincando aos Clássicos que tinham sido regravadas há pouco tempo, com a participação do seu filho mais novo, Pedro.

A Banda Sucesso, cuja vocalista era Lena Coelho (ex-Doce), apenas interpretou duas canções, dividindo o programa com os Afonsinhos do Condado.

Carlos Mendes cantou músicas do disco infantil Jardim Jaleco.

jingle do genérico foi também usado no programa Pano para Mangas, exibido na RTP 2 em 1987/1988.

Partilhar:

Roque e Role